Bariloche

O que fazer em Bariloche

Veja quais opções do que fazer em Bariloche!

O que fazer em Bariloche

Veja quais opções do que fazer em Bariloche e aproveite os melhores passeios da cidade!

1. Circuito Chico

O Circuito Chico é um dos passeios mais populares em Bariloche. Esse percurso de aproximadamente 60 km oferece uma vista incrível ao redor do Lago Nahuel Huapi, que conta com montanhas, florestas e lagos.

Ao longo do caminho, você pode visitar diversos pontos, como a Colina do Campanário, onde um teleférico leva você a um mirante; o Hotel Llao Llao, um ícone da região com sua arquitetura charmosa e luxuosa; e a Capela San Eduardo.

Ademais, o Circuito Chico oferece várias oportunidades para caminhadas, ciclismo, piqueniques e até mesmo para desfrutar de praias de lago. É um passeio que mescla natureza, aventura e cultura local.

Circuito Chico

2. Cerro Campanario

O Cerro Campanario é uma montanha situada a cerca de 17 km de Bariloche conhecida por oferecer algumas das vistas mais espetaculares da região. Ao visitar o Cerro Campanario, você pode pegar um teleférico que leva ao topo, a 1.050 metros de altitude.

No topo, há plataformas de observação de onde se pode admirar paisagens que incluem o Lago Nahuel Huapi, o Lago Perito Moreno, a Península San Pedro, a Ilha Victoria, e as montanhas dos Andes.

Além das vistas, há um café no cume onde você pode relaxar e apreciar a beleza ao redor. A experiência é perfeita para fotógrafos, amantes da natureza e qualquer pessoa que deseje uma perspectiva única.

Se você se interessou por essa experiência, confira mais informações sobre o passeio aqui!

Cerro Campanario

3. Tour por Bariloche

Você pode começar explorando o centro da cidade, conhecido por sua bela arquitetura e suas lojas de chocolate artesanal, um destaque imperdível.

Também não deixe de visitar o Museu da Patagônia para aprender sobre a história e a cultura da região. Com tantas atividades variadas, Bariloche proporciona uma experiência inesquecível e se você se interessa por um tour guiado e bem mais cômodo é só clicar aqui!

Tour por Bariloche

4. Colônia Suíça

A Colônia Suíça é um vilarejo localizado a cerca de 25 km da cidade. Fundada por imigrantes suíços no início do século XX, a colônia oferece tranquilidade e conforto, ideal para um passeio relaxante.

Ao visitar a Colônia Suíça, você pode explorar as casas de madeira, saborear a culinária local em restaurantes que servem pratos típicos como fondues e racletes, e participar de eventos culturais que celebram as tradições suíças.

Uma das atrações mais populares é a feira artesanal que ocorre aos domingos, onde você pode comprar produtos locais, artesanato e comidas caseiras. Além disso, a região é excelente para atividades ao ar livre, como caminhadas e passeios de bicicleta.

Se isso despertou seu interesse, clique aqui para conferir os relatos daqueles que já vivenciaram essa experiência!

5. Cerro Otto

O Cerro Otto é uma montanha localizada a 5 km de Bariloche. Para chegar ao topo, você pode utilizar o teleférico e ao chegar, o ponto principal é a Confeitaria Giratória, um café que gira 360 graus, permitindo que você contemple os lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez, bem como das montanhas ao redor.

Além de degustar uma refeição ou bebida com uma vista sem igual, o Cerro Otto também oferece trilhas para caminhadas e áreas para piqueniques, além de um pequeno museu com réplicas de esculturas de Michelangelo.

Vale informar que no inverno, a montanha se transforma em um centro de atividades de neve, incluindo esqui e caminhadas com raquetes de neve.

Confira aqui como realizar esse passeio por meio de uma agência que sempre usamos!

Cerro Otto

6. Museu do Chocolate em Bariloche

O Museu do Chocolate, oficialmente chamado de Museo del Chocolate Fenoglio, é uma atração imperdível sobretudo para quem ama chocolate e para aqueles interessados na história dessa delícia.

Localizado próximo ao centro da cidade, o museu é operado pela tradicional fábrica de chocolates Fenoglio, uma das mais antigas de Bariloche. Durante a visita, você pode aprender sobre o processo de produção do chocolate, desde o cultivo do cacau até a fabricação das barras e bombons.

O museu apresenta exposições interativas, antiguidades relacionadas ao chocolate e demonstrações ao vivo dos confeiteiros. Além disso, há uma deliciosa degustação de chocolates artesanais e uma loja onde você pode comprar uma variedade de produtos para levar para casa.

Museo del Chocolate Fenoglio

7. Mergulho pelo lago Moreno

Para ter a experiência de mergulhar no Lago Moreno em Bariloche, você pode optar por realizar um tour de mergulho oferecido por agências especializadas. Esses passeios geralmente incluem transporte para o local de mergulho, equipamento completo de mergulho, instrução prévia para mergulhadores iniciantes.

Durante o mergulho, você terá a chance de admirar a vida marinha local, que inclui uma variedade de peixes e plantas aquáticas, além de contemplar paisagens da região. É uma experiência única que permite uma conexão íntima com a beleza natural!

Mergulho pelo lago Moreno

8. Villa Llanquín

Um passeio pela Villa Llanquín oferece uma experiência tranquila e imersiva na beleza natural da Patagônia argentina.

Localizada a cerca de 60 km de Bariloche, essa pequena vila encanta a todos. Durante o passeio, é possível explorar as margens do Rio Limay, que segue através de vales, oferecendo oportunidades para pescaria, observação de aves e momentos de contemplação junto à natureza intocada.

Além disso, os viajantes podem visitar a Laguna La Verde, uma lagoa de águas tranquilas cercada por bosques de coihues e arrayanes, perfeita para um piquenique.. Com trilhas para caminhadas e vistas de tirar o fôlego, um passeio pela Villa Llanquín é um passeio incrível!

Villa Llanquín

Economize ao máximo na sua viagem à Argentina:

  • Economizando: quer planejar sua viagem aproveitando melhor o seu orçamento? Não deixe de ler nossa matéria de como viajar barato para Buenos Aires, com todas as dicas para economizar ao máximo, sem deixar de aproveitar!
  • Ingressos: saiba onde comprar seus ingressos para as atrações de Buenos Aires da forma mais barata e segura.
  • Carro: esse é um item que facilita muito a viagem pela Argentina, de norte a sul. Se você estiver pensando em alugar um, não deixe de ler como alugar um carro em Buenos Aires. São dicas de como alugar o carro pelo menor preço possível.
  • Pesos: conheça qual a melhor forma de levar seu dinheiro para Buenos Aires, com os prós e contras de cada opção. Existe uma nova forma que é muito mais barata!
  • Celular: quer usar o celular durante toda a viagem, sem preocupações? Já garanta um chip internacional, ainda no Brasil, clicando aqui. É mais fácil e barato!
  • Hospedagem: veja nossa matéria de onde ficar em Buenos Aires para saber qual é a melhor localização e como economizar muito no hotel.
  • Seguro viagem: o atendimento médico no exterior pode sair caro, e é super importante fazer um seguro viagem para estar coberto contra imprevistos. Veja aqui as dicas de como conseguir o melhor (e mais barato) seguro viagem.
  • Transfer: precisa de um para ir do aeroporto ao hotel? Saiba aqui como reservar e pelo menor preço!