Egito

Pontos turísticos do Egito

Conheça os principais pontos turísticos do Egito neste guia completo!

Pontos turísticos do Egito

Confira o guia completo de pontos turísticos do Egito com os principais templos, museus, shoppings, parques e muito mais!

1. Pirâmides de Gizé, Mênfis e Saqqara

O primeiro item da lista só poderia ser as emblemáticas Pirâmides do Egito, construídas em torno de 2550 a.C.. Um dos maiores marcos arquitetônicos da humanidade, as pirâmides foram feitas para servirem como túmulos dos faraós egípcios. Um resultado do trabalho de 100 mil homens por 20 anos!

Pirâmides e Esfinge de Gizé

As pirâmides, Mênfis e Saqqara estão na mesma região desértica de Gizé, a cerca de meia hora do centro de Cairo.

Visitando as pirâmides, você conhecerá também a Grande Esfinge de Gizé. Seguindo para Mênfis, é possível conhecer a escultura Colosso de Ramsés II e Esfinge de Alabastro. Já em Saqqara, haverá a pirâmide do faraó Zhoser, a primeira a ser construída no Egito.

O passeio vale muito a pena! Será um momento único em que você verá o passado da humanidade como uma viagem no tempo!

Colosso de Ramsés II

Por isso, elas são as atrações turísticas mais requisitadas de todo o Egito, com excursões que costumam esgotar com facilidade. A nossa dica é que reserve com antecedência antes de chegar ao país.

No final do artigo, nós falaremos mais sobre a agência que contratamos para este tour, que foi excelente! Se quiser saber mais por conta própria, veja aqui mais detalhes sobre a excursão.



2. Templo de Luxor

O templo de Luxor é um dos maiores destaques de Luxor e não é à toa: o monumento é uma obra-prima da arquitetura e atualmente é considerado um Patrimônio da Humanidade!

Construído entre 1400 e 1000 a.C. pelos faraós Amenhotep III e Ramsés II, o templo é um dos mais importantes da época, quando a região era chamada como Tebas, a capital do reino egípcio durante o Império Novo.

Templo de Luxor

A experiência de caminhar pelo seu interior e percorrer a Avenida das Esfinges é, sem dúvidas, indescritível. O templo abre todos os dias, das 6h às 20h. O ingresso custa EGP 180 (R$ 29,11).

3. Vale dos Reis

O Vale do Reis é o local onde foram sepultados vários faraós e pessoas de alto escalão da sociedade egípcia nos tempos antigos. Por lá, estão os túmulos de faraós como Tutancâmon e Ramsés II. Em uma visita pelo seu interior, é possível apreciar a beleza das mais de 60 tumbas e sarcófagos decorados.

Vale dos Reis em Luxor

O ingresso básico dá direito ao acesso de três tumbas, excluindo o requisitado sarcófago de Tutancâmon, que exige outro ingresso. A entrada básica custa EGP 260 (R$ 42,04). O horário de visitação ocorre das 6h às 16h diariamente.



4. Vale das Rainhas

Alguns quilômetros ao sul do Vale dos Reis está o Vale das Rainhas. Semelhante ao item anterior, neste local estão sepultadas algumas das esposas e filhas de faraós. São mais de 60 tumbas no local, mas poucas estão disponíveis para visitação.

Vale das Rainhas

O ponto alto do Vale das Rainhas é a tumba de Nefertari, com quase 30 metros de extensão, feito para a esposa favorita de Ramsés II. Para visitá-la, é necessário comprar um ingresso separado.

O curioso é que o valor do ingresso é bem maior do que qualquer outra atração de Luxor. A entrada ao vale custa EGP 100 (R$ 16,17) e o acesso à tumba da rainha Nefertari custa EGP 1400 (R$ 226,37). O Templo abre diariamente das 6h às 16h.

5. Templo de Karnak

O templo de Karnak abriga o santuário de Amon-Ra, deus do sol, responsável pela criação do mundo segundo a mitologia egípcia. Sendo o maior centro religioso de Luxor, com 100 hectares, a região levou cerca de 2 mil anos para ser concluída, ao longo do reinado de 67 faraós. O templo conta com os obeliscos de Tutemés III e Hatshepsut.

Templo de Karnak

A avenida das Esfinges liga o templo de Karnak ao templo de Luxor, possuindo cerca de 2,7 km de extensão. Os ingressos para o monumento custam EGP 220 (R$ 35,57) e ele abre todos os dias, das 6h às 17h30.

6. Templo de Hatshepsut

Uma visita que não pode faltar durante a sua viagem é ao Templo de Hatshepsut, o impressionante conjunto funerário da rainha-faraó mais importante do Egito, que governou a nação durante a dinastia XVIII.

Templo de Hatshepsut

No local, há estátuas, esculturas, capelas e santuários. Sem dúvidas, você precisa incluí-lo na sua lista sobre o que fazer em Luxor! A entrada custa EPG 160 (R$ 25, 87) e o templo abre diariamente, das 6h às 17h.



7. Colossos de Mêmnon

Tratam-se de duas estátuas feitas para simbolizar o faraó Amenhotep III. Os Colossos de Mêmnon existem há mais de 3400 anos com o intuito de guardarem a entrada para o templo funerário do faraó.

Colossos de Mêmnon

Cada uma delas possui cerca de 14 metros de altura e pesa 700 toneladas. A entrada ao local é gratuita.

8. Medinet Habu

Um ponto turístico com menos popularidade em Luxor é o templo Medinet Habu. Pouco se fala sobre a beleza deste pequeno templo mortuário dedicado a Ramsés III, que conta com afrescos e paredes decoradas.

Medinet Habu

A parte positiva é que o local costuma estar mais vazio dos que os outros, gerando um passeio mais privado e tranquilo. Os ingressos para acessá-lo custam EGP 100 (R$ 16,18) e o horário de funcionamento do templo vai das 6h às 17h.

9. Obelisco Inacabado de Assuã no Egito

O Obelisco Inacabado é uma construção do reinado da rainha faraó Hatshepsut, localizado em Assuã no Egito. O objetivo do monumento, quando começou a ser construído, era se tornar o maior obelisco do Egito Antigo, pesando 1.200 toneladas.

Apesar de não ter sido concluído (você verá o monumento ainda “deitado”, na horizontal, e não erguido), o Obelisco é enorme ultrapassa qualquer outro feito no Egito! O ponto turístico abre diariamente das 7h às 16h.  

Obelisco Inacabado de Assuã no Egito

10. Represa de Assuã

Com o intuito de lidar com as secas e inundações do Nilo, a Represa de Assuã tornou-se ponto turístico da cidade. Inaugurada na década de 70, a represa é responsável por boa parte da energia utilizada em todo o Egito.

Apesar da sua importância para o país, a represa gerou alguns impactos negativos como o deslocamento de cerca de 9 mil pessoas e alguns monumentos históricos.

Represa de Assuã no Egito


11. Templo de Philae

O Templo de Ísis da ilha de Philae, ou apenas Templo de Philae, foi o local em que Ísis se abrigou para reconstruir o corpo de Osíris, seu marido, de acordo com as crenças.

Atualmente, o templo não está na sua localização original. Ele foi movido para a ilha Agilkia, por causa da construção da Represa de Assuã, que submergiu a ilha de Philae. O templo, que é o principal local de visitas de Assuã, abre todos os dias das 7h às 16h.

Templo de Philae

12. Povoado Núbio

Assuã é marcada pela forte influência da cultura Núbia. Desde as épocas antigas, a cidade separou os povos egípcios e Núbios como uma fronteira natural.

Na cidade, você encontrará o Povoado Núbio Gharb Soheil, que preserva muitas das suas tradições. Contratando uma excursão ao local, o passeio permite a entrada em uma casa típica do povoado, decorada com pinturas coloridas, onde são oferecidos chás tradicionais ao som de muita música. É uma das melhores visitas para fazer em Assuã!

Gharb Soheil - Povoado Núbio

13. Templo de Kalabsha

Construído em 30 a.C., período em que o império romano governava o Egito, o Templo de Kalabsha está situado ao sul da Represa de Assuã na ilha Kalabsha.

O intuito do templo é homenagear Mandulis, o deus Núbio do sol. Assim como o Templo de Philae, a sua localização foi alterada por causa da construção da Represa de Assuã. O templo abre diariamente das 8h às 16h.

Templo de Kalabsha em Assuã no Egito

14. Quiosque de Qertassi

O Quiosque de Qertassi é um pequeno templo de Assuã dedicado à Ísis. Ele também foi deslocado da sua localização original para a construção da represa. Atualmente, ele se localiza na ilha Kalabsha.

Este templo inacabado também foi feito no período romano no Egito. A construção traz duas colunas com a Deusa Hathor no topo.

Quiosque de Qertassi

15. Beit El-Wali

Outro templo de Assuã é o Beit El-Wali, construído na época de Ramsés II. Dedicado a Amon-Ra, o seu pátio é decorado com acontecimentos militares vividos por Ramsés II, como as suas lutas contra os líbios e etíopes.

O santuário é localizado na ilha Kalabsha, assim como os últimos dois monumentos citados. Logo, passear por esta ilha é um dos principais itens da nossa lista sobre o que fazer em Assuã!

Templo Beit El-Wali


16. Estela da Fome

Estela da Fome é um monumento que retrata uma oferenda aos deuses Jnum, Anuket e Satet, para pôr fim às secas da região de Assuã.

Está gravado um grande texto que descreve o pedido da subida do rio Nilo pelo faraó. A Estela da Fome fica localizada na ilha Sehel em Assuã.

Estela da Fome em Assuã no Egito

17. Qubbet el-Hawa

Qubbet el-Hawa é um local semelhante ao Vale dos Reis, em Luxor, que abriga tumbas de diversos faraós egípcios. Por isso, o monumento também é conhecido como Vale dos Príncipes, guardando tumbas de pessoas do alto escalão egípcio, além de nove múmias bem preservadas.

O ponto turístico está situado na margem ocidental de Assuã e você pode chegar até o local com uma felucca. Para seguir ao longo de Qubbet el-Hawa, é possível contratar um passeio de camelo, que enriquece ainda mais a visita. O monumento abre diariamente das 7h às 16h.

Qubbet el-Hawa em Assuã no Egito

18. Monte Sinai e o Mosteiro de Santa Catarina

O Monte Sinai é conhecido por ser onde Moisés recebeu os 10 mandamentos, um local sagrado tanto para o Cristianismo, quanto para o Islamismo e Judaísmo. Ele fica a 200 km de Sharm el Sheikh, na península do Sinai, o que é equivalente a uma viagem de cerca de 2h30 de carro.

Para subir até o topo, são 7 km de uma boa caminhada, com 2 km apenas de degraus íngremes. O recomendado é que faça boa parte do trajeto de camelo, para poupar forças para os degraus até o pico. Além disso, vale a pena realizar o passeio pela madrugada e apreciar o nascer do sol.

Monte Sinai e o Mosteiro de Santa Catarina

Aos pés do monte há o Mosteiro de Santa Catarina do Sinai, um monumento declarado Patrimônio da Humanidade. No local, são abrigados a Basílica da Transfiguração e uma coleção de códices.

19. Praça Tahrir

A Praça Tahrir é a principal praça pública de Cairo, situada no centro da cidade. Desde a sua criação, ela era chamada como Praça Ismail, em homenagem ao vice-rei do Egito no século XIX.

Após a revolução egípcia de 1952 que instaurou a república, o local passou a ser conhecido como Tahrir, que significa Praça da Libertação.

Praça Tahrir

Na praça, além de um local agradável para se passar a tarde, estão edifícios como o Museu Egípcio e a antiga sede do Partido Democrático Nacional.



20. Rio Nilo

O rio Nilo é por si só um ponto turístico do Egito. Trata-se do milenar rio que acompanhou gerações de egípcios e fez parte ativamente da história de toda a humanidade.

Existem diversos passeios em que é possível apreciar de perto as águas do rio. O tour de Caiaque, por exemplo, ocorre no Clube de Remo de Cairo.

Ao longo do percurso, vale a pena observar de perto as diferentes paisagens de cidade, que são mixadas pelos seus bairros modernos e mais antigos. 

Tour de Caiaque pelo Nilo em Cairo

Você também pode celebrar a noite jantando em um cruzeiro pelo Nilo. Ao longo das duas horas de travessia, está disponível um buffet incluindo entradas, pratos principais e sobremesas. 

21. Museus do Egito

Existem diversos museus tradicionais do Egito que abrigam artefatos importantes da história da humanidade, bem como algumas múmias, que são um dos principais destaques. Conheça mais de perto os Museus do Egito:

  • Museu Egípcio: criado pelo arquiteto francês Marcel Dourgnon em 1895. Ele abriga a maior coleção de relíquias faraônicas do mundo. O acervo de 170 mil artefatos inclui, por exemplo, o tesouro do faraó Tutancâmon. Localizado em Cairo.
  • Museu da Civilização Egípcia: destinado para contar toda a história do Egito, desde os tempos antigos até a atualidade, englobando diversas obras contemporâneas. É uma forma de preservar toda a herança cultural egípcia. Localizado em Cairo.
  • Museu de Núbia: conta com um grande acervo de peças tradicionais do povo Núbio. Localizado em Assuã.
  • Museu de Luxor: abriga artefatos históricos achados nos templos da cidade. 
  • Museu da Mumificação: aborda detalhes sobre como funciona o processo de mumificação e exibe corpos mumificados. Localizado em Luxor.
  • Nova Biblioteca de Alexandria: espaço que reúne diversos documentos históricos importantes de Alexandria.
Museu Egípcio em Cairo

22. Shoppings e Souks do Egito

Em qualquer viagem precisamos separar um momento para garantir os souvenirs e presentear nossos entes queridos. No Egito, você encontrará os tradicionais souks, mercados formados por ruas estreitas, ao estilo dos bazares dos tempos antigos.

Em cada rua estão diversas lojas oferecendo produtos como tecidos, especiarias, prataria, luminárias, jóias, roupas e muitos souvenirs. E na maioria deles você consegue pagar valores bem atrativos, mas não se esqueça de negociar bem.

Já em Cairo e cidades vizinhas, você encontrará alguns shoppings com uma grande infraestrutura, trazendo lojas de marcas, restaurantes e entretenimento. Veja os principais centros comerciais do Egito:

Souk de Cairo
  • Souk de Luxor: o El-Souk, localizado próximo ao Templo de Luxor. Trata-se de um centro comercial com centenas de opções de mercadorias para escolher, espalhadas por diversas lojas. É muito fácil se perder por lá então fique bem atento.
  • Souk de Assuã: no centro de Assuã há o souk vendendo tecidos, especiarias, frutas e legumes, jóias, roupas, bolsas, papiros, souvenirs, estatuetas e muitos outros artigos.
  • SOHO Square Sharm El Sheikh: um shopping a céu aberto, com maior infraestrutura e lojas mais organizadas. Também oferecem restaurantes, cinemas e boliches.
  • Old Market Sharm el Sheikh: clássico souk, oferecendo itens artesanais, prataria, luminárias, estatuetas, bolsas e especiarias.
  • Mercado Khan El-Khalili: o principal de Cairo. Por lá, haverá tecidos, especiarias, jóias, roupas e muitos souvenirs.
  • Mercado das Pirâmides: chegando às famosas Pirâmides de Gizé, haverá uma pequena feirinha com produtos artesanais, principalmente lembrancinhas temáticas do monumento.
  • City Stars Heliopolis: o primeiro empreendimento multifuncional de Cairo. Isto porque ele mistura comércio, entretenimento, residências, hotéis e escritórios em um só lugar.
  • Mall of Arabia: é o maior shopping do Egito, também localizado em “6 de Outubro”. Zara, Virgin, Timberland, GAP, Centrepoint, Mango são alguns dos exemplos de marcas disponíveis nas mais de 900 lojas do shopping.
  • Mall of Egypt: centro comercial que traz muitas lojas de moda, eletrônicos, brinquedos, óculos, bolsas, joalherias entre outros. Localizado em Cairo.
Mall of Arabia no Egito

23. Praias do Egito

Dificilmente associamos o Egito a um ambiente praiano e refrescante, pois o país é sempre lembrado pelas suas pirâmides e templos históricos do deserto. Contudo, no Egito, você verá algumas das melhores praias do mundo com águas cristalinas e um verdadeiro Caribe Egípcio! Confira quais são elas:

  • Sharm el Sheikh: a cidade conta com uma grande biodiversidade marinha e diversos cenários praianos de tirar o fôlego. Dessa forma, é um dos destinos mais visados por quem busca praticar algum esporte aquático, no meio do Mar Vermelho, principalmente mergulho.
  • Hurghada: traz o local conhecido como Orange Bay, o Caribe egípcio. Trata-se de um cenário paradisíaco impressionante! Na cidade, você verá parques aquáticos e aquários.
  • Darhab: a cidade de Darhab oferece os mesmos cenários deslumbrantes, com a vantagem de ter menos visitas. Logo, se você procura um ambiente mais reservado para as suas férias e praticar esportes, vale a pena conhecê-la.
  • Marsa Alam: ela é considerada uma versão menos popular de Hurghada e Sharm al Sheikh, ou seja, assim como Darhab, a vantagem de ir para Marsa Alam é aproveitar praias belas bem mais vazias.
  • Alexandria: fundada pelo famoso Alexandre, o Grande, a cidade é um grande centro cultural desde 331 a.C., ano de sua criação. Além de ser o paraíso para historiadores e interessados no assunto, a cidade conta com belas praias ao redor do Mar Meditarrâneo. 
Praia de Sharm el Sheikh

24. Parques naturais do Egito

Invista em passeios ao ar livre cercado pela natureza no Egito. Espalhados no país há várias reservas naturais carregadas de biodiversidade. Conheça algumas delas:

  • Parque al Azhar: conhecido como um dos 60 melhores espaços públicos do mundo. Ele traz cerca de 30 hectares de jardins verdes. Localizado em Cairo.
  • Jardim Botânico de Assuã: um ótimo local para admirar o contraste da natureza com o deserto ao fundo. Repleto de flores e espécies únicas de árvores, ele abre todos os dias das 8h às 17h e tem 750 metros de extensão.
  • Parque Nacional Ras Mohamed: traz 480 km² de planícies de areia e excelentes pontos de mergulho. Localizado em Sharm el Sheikh.
Parque Nacional Ras Mohamed em Sharm el Sheikh


25. Mesquitas, Igrejas e outros templos religiosos do Egito

Por todo o país, há grandes templos de religiões distintas. Inclusive, existe um bairro histórico em Cairo com uma ampla concentração de santuários, que falaremos melhor abaixo. Veja outras construções religiosas do Egito:

  • Mesquita de Alabastro: também conhecida como Mesquita Mohammed Ali, é um templo sagrado para a religião islâmica. Ela está localizada no interior da Cidadela de Saladino, um grande monumento medieval que atuava na defesa de Cairo.
  • Mesquita Mustafa: um santuário islâmico que impressiona devido à sua beleza arquitetônica. Andar no seu interior é como estar em uma fortificação medieval. Localizada em Sharm el Sheikh.
  • Catedral Heavenly: uma grandiosa Igreja cristã, com o interior decorado por afrescos religiosos. Localizada em Sharm el Sheikh.
Mesquita de Alabastro em Cairo

26. Old Cairo

Trata-se da área histórica de Cairo, onde estão alguns dos templos religiosos mais importantes da cidade, como a igreja suspensa copta, a Sinagoga Ben Ezra e a Igreja de São Sérgio e São Baco. É um verdadeiro espaço de devoção às crenças.

Além disso, a região traz as ruínas das antigas construções de Babilônia, sendo um prato cheio para os apreciadores de história e arqueologia.

Igreja suspensa copta

Como achar boas excursões no Egito

Os tours que citamos estão disponíveis nesta agência de turismo do Egito, que oferece passeios marcantes por ótimos preços.

Eles conseguem descontos bem em conta em diversas excursões pelo mundo, por isso sempre vale a pena dar uma olhada nas excursões deles ao viajar.

A plataforma é bastante segura e conhecida; você pode entrar e conferir por si mesmo (e pela avaliação dos usuários).

E todos os passeios são de extrema qualidade, incluindo serviços como transfer para buscá-lo e levá-lo de volta ao seu hotel, guia, ingresso das atrações e até almoço, em muitos casos.

  • No nosso canal do Youtube, você verá ainda mais recomendações do Egito e muitos outros destinos pelo mundo!
Pirâmides de Gizé no Egito

Economize ao máximo na sua viagem ao Egito:

  • Economizando: quer planejar sua viagem aproveitando melhor o seu orçamento? Não deixe de ler nossa matéria sobre como viajar barato para o Egito, com todas as dicas para economizar ao máximo, sem deixar de aproveitar!
  • Ingressos: saiba onde comprar seus ingressos do Egito da forma mais barata e segura – para os passeios, museus e os combos de ingresso. Dá para economizar muito!
  • Carro: se você estiver pensando em alugar um, não deixe de ler como alugar um carro no Egito. Dicas sobre como alugar o carro pelo menor preço possível.
  • Dinheiro: conheça qual a melhor forma de levar seu dinheiro para o Egito, com os prós e contras de cada opção. Existe uma nova forma que é muito mais barata!
  • Celular: quer usar o celular durante toda a viagem, sem preocupações? Já garanta um chip do Egito, ainda no Brasil, clicando aqui. É mais fácil e barato!
  • Hospedagem: veja nossa matéria sobre onde ficar no Egitopara saber qual é a melhor localização e como economizar muito no hotel.
  • Seguro viagem: o atendimento médico no exterior é caríssimo e é super importante fazer um seguro viagem para qualquer viagem ao exterior. Veja aqui as dicas de como conseguir o melhor e mais barato seguro viagem.
  • Transfer: precisa de um, do aeroporto ao hotel? Saiba aqui como reservar e pelo menor preço!